Inferno na igreja: Fiéis presenciam incêndio tomar conta de templo

0
4809
O incêndio foi provocado por um curto-circuito (Foto: reprodução)

Poucos fiéis da Igreja em Vitória, situada no Bairro Santa Luzia, em Vitória/ES, viveram momentos de terror, quando foi registrado um incêndio dentro do templo, por volta das 18h20m desta terça-feira. Ao notarem a fumaça e as chamas no local, iniciou-se um corre-corre em busca da salvação.

 

Como o culto estava previsto para iniciar às 19h, a igreja estava praticamente vazia, mas os poucos fiéis que lá estavam, trataram de evadir-se, provocando um pequeno tumulto na saída. O incêndio, provocado por um curto-circuito, tomou conta rapidamente, provocando estragos.

 

O incêndio foi rapidamente debelado pelos bombeiros (Foto: reprodução)

Parte do teto caiu provocando um estrondo ensurdecedor e um fiel que disse se chamar Joel da Costa, afirmou que foi um verdadeiro inferno. “Quando vi aquele fumaceiro tomando conta de tudo e as chamas lambendo o teto, provocando destruição, não pensei duas vezes e caí no capinado”, disse ele.

 

Uma fiel, que saiu desesperada, disse que no momento em que a coisa ficou preta, não viu nem o paradeiro de seu neto. “Fiquei tão assustada, que sai empurrando tudo na minha frente, até conseguir chegar à rua. Nem lembrei de meu neto, que só apareceu depois”, contou Rosa F. Santos.

 

“Ah, meu filho. Nessas horas é cada um por si e Deus por todos. Fiz minha parte e consegui sair ilesa. Não sei dizer se alguém se feriu, pois não parei para olhar. Só pensei em sair daquele inferno”, disse Dª Madalena Sanches, que não parava de tremer e era a todo o momento abraçada pelo sobrinho.

 

O Corpo de Bombeiros foi acionado e dirigiu-se ao local e conteve o incêndio. Contudo, em decorrência da falta de iluminação, não tiveram como informar a extensão dos estragos. Ao todo foram gastos cerca de 10 mil litros de água para debelar o incêndio. A perícia técnica indicará a causa do incêndio.

 

As paredes do templo são revestidas de isopor para proporcionar o isolamento acústico, e os fiéis, que estão preocupados com o estado da rede elétrica do prédio, acreditam que isso tenha facilitado a proliferação do incêndio. A Defesa Civil deverá fazer uma vistoria no local.

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here