Maconheiros criam igreja própria e sonham espalhá-la pelo mundo

0
383
Fiéis da Igreja Internacional da Maconha em pleno culto (Foto: reprodução)

“Estou louco que criem logo a Igreja da Cerveja, Cachaça, Uísque e Bebidas Afins. Não vejo a hora desse momento tão importante chegar!” Essa foi a reação do microempresário João Carlos de Souza, ao tomar conhecimento de que nos Estados Unidos criaram este ano a Igreja Internacional da Maconha.

 

A referida igreja foi inaugurada no dia 20 de abril deste ano, ocupando o antigo templo luterano, e acolheu a Primeira Congregação Elevacionista de Denver. Essa igreja não tem livro sagrado, hierarquias eclesiásticas e nem um deus e surgiu em virtude da insatisfação como a forma que as outras são organizadas.

 

Steve Berke, um dos criadores da igreja, disse que ela tem o propósito de servir como “um lar para adultos de toda parte que estão procurando criar a melhor versão de si mesmos por meio da planta sagrada”. Mas, como tudo isso será alcançado, ainda é uma incógnita.

 

Os líderes da igreja asseguram que a programação das atividades do templo incluirá oradores, comediantes, artistas, músicos e exibições de filmes, além de muita maresia. “Esta é uma comunidade única para aqueles que consomem cannabis como meio para alcançar a auto-descoberta”, disse Steve Berke.

 

O prédio da nova ogreja é uma construção do início do século XX, que abrigava uma igreja luterana (Foto: reprodução)

Cultuando o “sacramento da maconha”, os membros, conhecidos como elevacionistas, se reúnem para fazer uso da erva e para trocar experiências, buscando, por meio dos rituais, elevarem suas mentes a fim de alcançar uma versão melhor de cada um, sem julgamento das demais pessoas.

 

O templo é aberto a todos, mas a participação dos cultos é exclusiva para os membros que contribuem financeiramente para as melhorias das igrejas, eu deverão se espalhar pelo mundo em breve. As cerimônias diárias acontecem às 16h20m, hora mundial da maconha, também representada por 420.

 

Como a lei do Colorado não prevê funcionamento de clubes de maconheiros, o consumo da erva do diabo na igreja poderá criar alguns problemas com a justiça. Mas a tropa de choque do legislativo já pensa em apresentar um projeto de lei permitindo consumo social de maconha em clubes.

 

Enquanto isso não se torna realidade, foi criada uma expectativa sobre o que vai acontecer daqui pra frente em virtude do funcionamento dessa igreja nada convencional.

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here