Pastor é morto a facadas por pedreiro que ajudava a sair do vício da droga

0
6258
Pastor Ericson Soares morto pelo pedreiro que ajudava (Foto: reprodução)

Mais um cidadão que ajudava pessoa marginalizada pagou com a vida o seu gesto de solidariedade. Dessa vez foi o bispo da Primeira Igreja Quadrangular de Vitória, Ericson Roza Soares, 36 anos, que foi morto a facadas em seu apartamento na Praia da Costa, Vila Velha/ES, pelo indivíduo que ajudava.

 

O assassino é o ajudante de pedreiro Wellington Mates de Amorim, 21 anos, eu após a prática do crime na tarde desta segunda-feira, procurou a Delegacia de Polícia, onde confessou ter matado o pastor e se entregou. No local do fato a polícia encontrou sinais de luta corporal, mas não sabe a motivação do crime.

 

Ao confessar o crime, Wellington disse que mantinha uma relação homoafetiva com o pastor, e que moravam juntos há uma semana. Entretanto, decidiu acabar com a relação devido a atividade da vítima, mas Ericson não aceitou e teve início uma discussão que culminou com a morte do bispo.

 

Carolina Burlaff, namorada do pastor, disse que ele morava no apartamento há 10 meses com um sobrinho, e que o ajudante de pedreiro era amigo da família há cinco anos. Salientou também, que Ericson ajudava o pedreiro pagando seu aluguel e o tratamento para que ele se livrasse das drogas.

 

Ele desmentiu o depoimento de Wellington, dizendo que sua história era ridícula, sem a menor possibilidade. “Ele estava drogado, cometeu o crime drogado e está inventando isso não sei por que”, disse Carolina. Ele disse que o pedreiro tinha problemas com drogas e se internou várias vezes.

 

“Ontem fomos todos juntos à igreja com ele. Foi a última vez que vi o assassino”, relatou Carolina. O pedreiro foi encaminhado à DHPP para depoimento e em seguida levado para um presídio. No local do crime a polícia encontrou a faca de cozinha usada no crime, deixada sobre a cama.

 

Recentemente, Simone de Moura Facini Lopes, 31 anos, foi encontrada morta, seminua e acorrentada a uma cama numa chácara em São José do Rio Preto/SP, que ela frequentava por causa de um projeto religioso. Ela foi estuprada e morta por um idoso ex-presidiário que alfabetizava.

 

 

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here