Polícia liberta sete pessoas que eram mantidas em cárcere privado há 19 anos

0
5738
Momento em que as vítimas eram resgatadas do cárcere onde viveram por 19 anos (Foto: reprodução)

A polícia libertou sete pessoas que estavam sendo mantidas em cárcere privado há 19 anos pelo empresário Massaharu Nogueira Adachi, em Fortaleza/CE, na sexta-feira, 25. Ele foi detido e levado para a Delegacia de Polícia, onde foi ouvido e depois colocado à disposição da justiça.

 

O empresário mantinha em cárcere privado seus seis filhos e a mulher. As vítimas eram impedidas de ter contato com outras pessoas e viviam presas em um apartamento na área nobre de Fortaleza, sem móveis. Duas das crianças não têm certidão de nascimento e as outras não frequentavam a escola.

 

Uma ação de medida protetiva para recolhimento institucional das seis crianças e adolescentes mantidos em cárcere privado pelo pai foi ajuizada pelo Núcleo de Atendimento da Defensoria da Infância e Juventude. Os filhos, quatro meninas e dois meninos, têm idades entre quatro e 19 anos.

 

O pai das vítimas, segundo informou a defensora pública Ana Cristina Barreto, tem problemas psicológicos, com relatos de perseguição e alucinatórios. As crianças mais novas têm dificuldades de falar e não podiam manter contados com amigos e nem com familiares.

 

Massaharu foi conduzido à Delegacia de Combate a Exploração da Criança e Adolescente. A mulher e os filhos foram levados para uma unidade de acolhimento que não teve o nome revelado por questões de segurança. A filha de 19 anos e a mulher deverão ser levadas à Delegacia de Defesa da Mulher.

 

O apartamento onde as vítimas estavam fica na Rua Visconde de Mauá, no Bairro Aldeota e não possui móveis. Todos dormiam em redes e no local tem apenas fogão, geladeira e máquina de lavar. A defensoria apura se as vítimas sofriam agressões físicas e se se alimentavam regularmente.

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here