Polícia procura autor de despacho de macumba que pôs italianos em pânico

2
10098
O despacho tinha até a famosa cachaça 51, aquela da boa ideia (Foto: reprodução)

A polícia italiana está no encalço dos autores de um despacho de macumba realizado na cidade de Paderno Dugnano, na periferia norte de Milão. O referido despacho, tão comum no Brasil, foi encontrado na manhã de quinta-feira, 13, por moradores da pequena cidade, que ficaram horrorizados.

 

O despacho foi encontrado na Avenida Via Pietro Nenni, onde sobre a calçada estavam dois grandes pratos em cima de um pano preto e um pano vermelho. Dentro do prato havia galinhas mortas, copos de bebida, feijões, flores, pimentas, uma garrafa de cachaça 51, charutos e um espumante italiano.

 

Não acostumadas com o ritual, pessoas que passavam pela avenida ficaram apavoradas com a visão que chamaram de macabra. A imprensa definiu como ritual mágico e definitivamente macabro. Nas redes sociais o ritual foi repudiado e algumas pessoas pediram até a expulsão em massa de brasileiros.

 

O material foi recolhido pela polícia, que instaurou inquérito para investigar os autores do ritual, bem como eventuais maus tratos a animais. Caso se confirme, o autor ou autores desses maus tratos podem pegar de três a 18 meses de prisão e pagar multa de 30 mil euros (cerca de R$ 110 mil).

 

A oferenda foi encontrada em uma calçada próximo a um supermercado e a uma concessionária de automóveis, cujos donos foram interrogados pela polícia, que queria saber se tinham vendido carros ou produtos alimentares para algum brasileiro, mas nada conseguiram até então.

 

Vale destacar, que a região de Milão, a Lombardia, é conhecida pela concentração de brasileiro, sendo que cerca de 30% de todos os imigrantes do Brasil moram ali, apesar de que muitos não são registrados como brasileiros, por possuírem passaporte italiano ou de outros países europeus.

 

 

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não sou umbandista nem macumbeiro, mas só fazendo uma pequena analogia sobre o acontecido.
    Enquanto entra pelo sul da Itália, diariamente milhares de “refugiados”, das mais variadas nações e das mais variadas culturas, porém em sua maioria muçulmana, e estes por sua vez, querem e estão conseguindo em toda Europa ocidental, implantar a lei da Sharia em detrimento da lei local….. nenhum pio, das pessoas, nem de autoridades, muito menos da mídia.

    • Sim, explodir pessoas e abri-las a faca, é aceitável, não tem nada de macabro! Agora , experimentem matar galinhas pretas ( ou brancas) ?! O problema é que tais pessoas que fizeram a macumba não são Islâmicos, se fossem, ganhariam galinhas e farofa do governo, e seria desapropriadas as esquinas para que fossem usadas pelos ” religiosos” que apenas desejariam realizar seus rituais religiosos pacíficos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here