Professora é retirada da sala, levada para banheiro e morta por enforcamento

1
3622
Professora Elaine Maria, morta violentamente por um desconhecido (Foto: reprodução Facebook)

A polícia ainda não tem pistas do indivíduo que agrediu e estrangulou a professora Elaine Maria Tretto, 51 anos, depois de retirá-la à força da aula de catequese que ministrava em uma capela em Estância Velha, no Rio Grande do Sul. Ela foi encontrada morta no banheiro da capela.

 

A vítima era pedagoga aposentada, ex-diretora de uma escola pública de ensino infantil da cidade que fica cerca de 50 quilômetros de Porto Alegre e dava aulas de ensino religioso para adultos da comunidade no Bairro Nova Estância. Sua morte revoltou os moradores de Estância Velha.

 

As testemunhas afirmam que por volta das 19h30m um indivíduo usando capacete com viseira invadiu a sala de aula e levou Elaine até o banheiro, onde a enforcou. Três alunas que estavam no local foram amordaçadas e algemadas, mas conseguiram fazer barulho e chamar atenção da vizinhança.

 

Segundo o delegado Luís Fernando Nunes da Silva, responsável pelas investigações, o criminoso chegou anunciando um assalto e pediu a chave do carro. Em seguida começou a imobilizar as mulheres e disse que estava se vingando de Elaine, que fez mal a seu irmão.

 

Depois do crime o indivíduo evadiu-se do local sem ser identificado, mas o delegado garante que sua captura é questão de tempo. A professora era casada e tinha um filho de 19 anos. Elaine era muito conhecida na região e aparentemente não tinha nenhum inimigo.

 

 

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here